quinta-feira, 21 de dezembro de 2017

Em Vila Nova dos Martírios, se Depender da Prefeita, o Natal dos Servidores, Vai Ser Um Martírio.



Entenda.
No inicio do mês de dezembro  prefeita,  Karla Batista (PSDB) fez uma manobra orçamentária afim de penalizar o servidor, pagou o 13° salário deixando a remuneração de novembro para ser paga no dia 20 do corrente mês acontece, que não  se cumpriu a palavra, e até o momento nenhum centavo do salário de novembro foi depositado na conta dos servidores, que terão dificuldades para montar a ceia de Natal.
Segundo  o presidente do sindicato dos servidores da educação, em agosto quando a administração impôs aos servidores um cruel parcelamento dos salários,  esta modalidade de pagamento seria até Novembro, nós  imediatamente acionamos o MP- MA.  “
Deflagramos uma greve, mas, não conseguimos impedir o parcelamento naquele mês, mas teve resultado nos subsequentes. Além disso, fizemos um levantamento  e descobrimos servidores e salários excessivos na folha FUNDEB que totalizaram uma média de mais cinquenta mil reais mensais, alertamos a prefeita, e levamos ao MPF e Câmara Municipal de vereadores esta lista.  Mas quanto a isso pouca coisa foi feita por parte da administração municipal, que fez poucos reparo,  gerir melhor estes recursos, planejar. Chega de encher as folhas de pagamentos com os apaniguados políticos, talvez a situação seria melhor ”
Sobre a situação do salário de Novembro, o sindicato promete agir energicamente, e pedir o bloqueio das contas do município: “Não podemos pagar pela inoperância do poder público municipal”. Na verdade a prefeita fez isso (pagou 13º) no intuito de dificultar um pedido de bloqueio dos recursos, seria muito mais fácil bloquear os recursos caso fosse o décimo terceiro em atraso.
Vale ressaltar que em Vila Nova todo ano é  assim, se tem salário não tem décimo, se tem décimo não salário,  uma vergonha! a prefeita em um grupo de Whatsapp disse que hoje pagaria a metade do salário. Aí eu pergunto. Cadê?

Apesar de o parcelamento ser condenável, aliviaria um pouco a situação  do servidor. Cabe aqui lembrar, que todos os servidores se encontram nessa situação. Então, não existe outra saída, já acionamos os nossos advogados para pedir o bloqueio dos recursos, não podemos ficar a mercê de um avião sem um comandante.  E vamos a luta.” Afirmou o sindicato dos servidores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário