domingo, 9 de abril de 2017

Água sanitária é eficaz contra o Aedes aegypti? Pesquisa, mostra que sim.


Velha aliada da limpeza das casas brasileiras, a água sanitária também é uma ótima solução contra o mosquito Aedes aegypti, responsável pela transmissão de doenças como as febres amarela e chikungunya, zika vírus e a dengue.  Água sanitária é equivalente aos inseticidas que inibem o crescimento, mortalidade das larvas é maior que 90% com o uso do produto.
De acordo com um estudo realizado pelo Centro de Energia Nuclear na Agricultura (Cena) da Universidade de São Paulo (USP), em um período de 48 horas, o produto mostrou eficácia maior que 90% na mortalidade das larvas do mosquito. O hipoclorito de sódio, conhecido popularmente como água sanitária, impede o desenvolvimento das larvas e age de forma parecida aos inseticidas, denominados inibidores do crescimento, que barram as reações químicas responsáveis pela geração de energia necessária para a evolução da larva.
Como usar?
É importante lembrar que a água sanitária não deve ser utilizada em recipientes usados para armazenamento de água para consumo humano e de animais. Recomenda-se a utilização de água sanitária pela população nos seguintes criadouros:  No caso de vasos sanitários, que não são de uso diário, adicione uma colher de chá de água sanitária.  Em caixas de descarga, que também não são de uso diário, a medida deve ser duas colheres de sopa de água sanitária.  Nos ralos internos e externos, deve-se adicionar uma colher de sopa de água sanitária.

Em tambores de armazenamento de 200 litros de água não utilizada para consumo humano, adicione dois copos americanos de água sanitária. Já em bromélias, bambus e plantas que possam acumular água, a medida é uma colher de café de água sanitária para cada litro de água. Coloque a mistura nos locais onde acumulam água. O tratamento deve ser repetido semanalmente, preferencialmente em dia fixo, de modo a garantir que a solução continue efetiva no combate às larvas.  (Fonte: Fullrepel)

Nenhum comentário:

Postar um comentário