quarta-feira, 18 de maio de 2016

Ao longo dos 13 anos, menos de 50% das unidades do Minha Casa, Minha vida, foram entregues.


Ministro das Cidades cancela contratação de 11.250 moradias do Minha Casa Minha Vida
Segundo o ministério, suspensão da portaria se deve ao fato de o ato ter sido feito nos últimos dias do governo da petista e 'sem os recursos necessários para o atendimento.

Um olhar superficial daria mesmo pra achar ou chamar de golpe, mas, um olhar mais atento, dá pra perceber que golpe é, assinar convênios sem dinheiro, com base nos rótulos de programas habitacionais.


Do total de casas contratadas dessa modalidade ainda na primeira etapa (governo Lula), mais da metade ainda precisa ser entregue. Da segunda fase, sob o comando de Dilma Rousseff, apenas 8,9% das moradias foram entregues. 

Considerando que em 8 anos do governo Lula, menos da metade foram entregues, e no governo Dilma, não chegou a 10% a entrega dessas moradias, significa que no geral, cerca de 70% não chegou ao seu destino, o que não justifica sair assinando a contratação de mais unidades, sem que se 
apure e atualize essa equação. 

Ao longo dos 13 anos, menos de 50% das unidades do Minha Casa, Minha vida, foram entregue, o que leva a crer que o programa funciona mais como instrumento de chantagem eleitoral, e aumento de populismo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário