terça-feira, 2 de dezembro de 2014

E dá-lhe multas...


Tenho recebido denúncias em tom de repúdio a uma inovação negativa e malévola aos usuários denunciantes. Trata-se da proibição de estacionamento nas localidades antes permitidas às pessoas que no exercício do ir e vir estacionavam o veículo enquanto aguardavam a chegada de transeuntes no aeroporto de Imperatriz.  Com essa iniciativa que lá se achega é obrigado a pagar estacionamento ou deixar seu carro e/ou moto a longa distancia e fazer o percurso a pé. Ontem estive checando a informação e, ao presenciar por volta das 20h30min, a presença dos agentes da SETRAN, ao questioná-los, recebi a seguinte resposta: “...a decisão não foi da secretaria, mas, da INFRAERO..”, dai pensei comigo mesmo!  Se for assim, o que justifica a presença de agentes municipais, àquela hora? Enquanto os observei, foram várias anotações de placas se para aplicação de multas ou notificações. Quando foi para ampliar e modernizar o aeroporto, a Câmara municipal presidida pelo vereador Hamilton Miranda, que naquela época exercia seu primeiro mandato parlamentar e o segundo na presidência, se mobilizou acionou quem de direito e/ou responsabilidade, de forma que os recursos foram alocados e a obra realizada. Agora, cabe a esse parlamento apurar essa alteração prejudicial aos usuários, algo que me parece deve ser feito ainda nessa legislatura.

Nenhum comentário:

Postar um comentário