quarta-feira, 15 de julho de 2020

Eliziane Gama critica vetos do presidente Bolsonaro



A senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA) criticou, nas redes sociais, o veto do presidente da República Jair Bolsonaro ao Projeto de Lei nº 1142.

Bolsonaro vetou 16 itens do projeto de lei elaborado para diminuir o impacto da Codid-19 em indígenas, quilombolas e demais comunidades tradicionais.

O presidente alegou “contrariedade ao interesse público e inconstitucionalidade”. (Veja aqui os itens vetados).

A líder do Cidadania no Congresso, senadora Eliziane Gama disse que trabalhará para derrubar os vetos de Bolsonaro.


“Ao vetar a proteção para as populações indígenas, quilombolas e comunidades tradicionais em plena pandemia da Covid-19, o presidente da República dá as costas aos mais vulneráveis neste momento em que a contaminação só aumenta. Vamos trabalhar para derrubar esses vetos ao #PL1142”, disse Eliziane.

FETESPULSULMA E SINPESMI, Trabalhador/a da Educação Na Luta Pelos 60% dos Precatórios do FUNDEF.

Professores e trabalhadores da educação em Imperatriz se movimentam em defesa dos 60% dos precatórios do FUNDEF, e contra a atuação da prefeitura de Imperatriz, que segundo os movimentos sindicais da categoria, insiste em negar seus direitos.  É o que você vai ver...

domingo, 12 de julho de 2020

Cortada, Rua Frei Damião, Parque Alvorada II Espera a seis meses pela SINFRA de Imperatriz.

No Verão do ano passado a SINFRA de Imperatriz resolveu por piçarra em algumas ruas do parque Alvorada II, tudo seria bom, se não tivessem esquecido de repor os bueiros, para dar maior vazão as águas, como não foi feito, e com a chegada das chuvas, a comunidade resolveu abrir caminhos escavando a rua Frei Damião, para as águas, pois, se por displicência ou birra, a SINFRA de Imperatriz nada fez, e a comunidade começa a ficar apreensiva.

sexta-feira, 10 de julho de 2020

Com 22 radares funcionando, Imperatriz precisaria de mais? O Secretário ...

Quanto maior a quantidade, maior o faturamento da empresa? Numa conversa franca com o vereador Adhemar Freitas Jr (Solidariedade) prestação de contas da SINFRA, que não teve, multas via vídeo monitoramento, radares, e teve também reconhecimento do que e onde está sendo feito. É o que você vai ver.

quarta-feira, 8 de julho de 2020

Câmara Recebe SETRAN de Imperatriz, para explicar sobre videomonitoramen...

Na sessão desta terça feira (07) a tribuna do parlamento de Imperatriz, foi para o Secretário municipal de trânsito, explicar sobre funcionamento do videomonitoramento e radares na cidade. A audiência foi provocada pela Câmara Municipal, com base nos reclames popular.

Câmara concede horarias a organização dos serviços Ambulatoriais realiza...

É sabido pela grande Imperatriz, e região tocantina, que uma força tarefa se somou para estruturar o centro de convenções, para atender em caráter de urgência pessoas com sintomas da covid-19 ainda na fase inicial. Também é sabido que a Câmara municipal de Imperatriz não deixa de reconhecer pessoas e organizações que promovem a qualidade de vida.

quinta-feira, 2 de julho de 2020

Imperatriz, é grande demais, ou a gestão ainda está tentando se encontrar?

A impressão que se tem é que o governo municipal está numa corrida contra o tempo, e pelos caminhos diversos não dá para correr ao mesmo tempo. Infraestrutura num constante faz e refaz, ruas diversas a essa altura, não viu rastros da gestão. Na saúde, uma falta generalizada na atenção básica, e pra complicar estão pondo selo covid-19 em mortes de causas outras. A gestão ainda terá que sobreviver à duas CPIs, ambas no âmbito da saúde, e uma comissão processante. Enquanto isso....

quarta-feira, 1 de julho de 2020

Imperatriz Câmara Derruba Dois Vetos, e Conclui Período Legislativo com Duas CPIs.

A última sessão ordinária do 7º período, da 18ª legislatura, realizada nesta terça feira (30) impôs o que se poderia dizer: duas derrotas para o prefeito de Imperatriz, aprova convocação de secretários, derruba dois vetos, e anuncia duas CPIs:  Uma que apurará os contratos da CATHOS, e outra os rumos dos 43 milhões, ambas, envolvendo a SEMUS – Secretaria Municipal de Saúde.

segunda-feira, 29 de junho de 2020

Atenção SINFRA' Imperatriz, Rua Paraná MA Novo, o Povo ainda espera.

No bairro Maranhão Novo, a comunidade não anda satisfeita com os insultos sucessivos praticados pela gestão municipal, a coisa se agravou depois que fizeram pavimentação para agradar os "poderosos" e nas ruas das pessoas simples... Uma vergonha, descaso generalizado, apesar das frustradas tentativas, o que fica claro é o faz de contas que fazem.

sexta-feira, 26 de junho de 2020

SEMUS Imperatriz apresentou nesta quinta feira o Relatório do 3º quadrim...

"Antes tarde do que nunca"(dito popular), seria justo dizer: atrasado, mas, válido. A sessão desta quinta-feira (25) ocorrida na câmara municipal de imperatriz, foi ao estilo audiência pública. A comissão, presidida pelo vereador José de Arimateia e Castro (Ditola) PATRIOTA, conduziu os trabalhos de acolhida ao relatório detalhado das movimentações do Fundo Municipal de Saúde, referente ao 3º quadrimestre exercício de 2019.

quinta-feira, 25 de junho de 2020

Ministro da Saúde elogia emendas da senadora Eliziane destinadas ao combate do Coronavírus.

O ministro interino da Saúde, Eduardo Pazuello, elogiou nesta terça-feira a líder do Cidadania no Senado, Eliziane Gama (MA), pela destinação de emendas parlamentares para o combate à pandemia do novo coronavírus, durante a sessão remota da comissão mista da Covid-19.

 “A senhora é uma das únicas que fez funcionar exatamente suas emendas, que foram todas empenhadas, liquidadas e pagas na finalidade. Então, parabéns também à senhora pela sua gestão nesse aspecto de gasto efetivamente com a saúde”, elogiou o ministro interino.

Eliziane Gama mudou a destinação da emenda de bancada a que tinha direito para o enfrentamento da crise contra o coronavírus.

No total, cabia à senadora R$ 5.318.576,00, que seriam destinados à Infraestrutura, mas que forma para a Saúde devido a urgência e gravidade da situação da pandemia.

Transparência – Na audiência com Pazuello, Eliziane Gama reafirmou que a transparência de dados é uma das formas mais efetivas para o enfrentamento da pandemia do novo coronavírus no País.

 “Esse é um dos pontos com os quais nós temos tido muita preocupação porque em todo o mundo a experiência mostra que através da comunicação direta, da transparência é que nós vamos ter efetividade no enfrentamento dessa pandemia”,disse ao citar o exemplo da Nova Zelândia – um dos primeiros países a apresentar resultados específicos em relação à superação da crise sanitária -, cuja primeira-ministra fazia contatos diários com a população sobre a doença.

 Eliziane Gama perguntou a Pazuello se o Ministério da Saúde iria retomar a rotina de entrevistas coletivas diárias sobre a pandemia, como a adotada pelo ex-ministro Luiz Henrique Mandetta, e ele disse que o objetivo é realiza-las de forma ‘mais consistente’.

 “A gente precisa ter mais dados, assuntos mais relevantes para tratar numa coletiva. Quando a gente [destaca] gestores no nível do ministro e dos secretários [para a coletiva], nós estamos tirando o pessoal do trabalho, da produção. Por isso é que a gente diminuiu um pouco a rotina, mas estamos prontos para responder a qualquer motivo, a qualquer momento. E as nossas coletivas serão sempre muito técnicas e com as respostas a qualquer pergunta”, disse o ministro interino.

 A parlamentar também questionou Pazuello sobre a decisão do governo de enquadrar na Lei de Segurança Nacional, redigida na ditatura militar, os servidores que divulgassem informações do ministério.

 “São apenas procedimentos normais, porque alguns assuntos são ainda de caráter reservado. É preciso ter efetivamente a responsabilidade e a compreensão do grau de risco e de segurança das informações que estão sendo tratadas. Não é, em hipótese alguma, o cerceamento da liberdade de a pessoa falar o que quiser, só não pode falar ainda o que não está liberado para a população para não criar outros problemas”, explicou Pazuello.

 Eliziane Gama abordou ainda na videoconferência como estão o andamento de investimentos e parcerias realizadas pelo governo para a descoberta de vacina contra a Covid-19, e se o Ministério da Saúde concorda com a declaração do presidente Jair Bolsonaro de que há um exagero em relação ao isolamento adotado por estados e municípios, mas Pazuello não respondeu diretamente às perguntas.


quarta-feira, 24 de junho de 2020

Em Imperatriz, Câmara Municipal Rejeita pedido de suplemento de 15% feit...

A sessão desta terça-feira (23) na câmara municipal de Imperatriz, foi marcada pelas discussões a cerca de um pedido do prefeito, que queria mais 15%  do orçamento já aprovado, como suplemento para ser utilizado nos últimos poucos mais de seis meses dessa gestão.  Os detalhes na reportagem....

sábado, 20 de junho de 2020

Vivemos um momento singular na história da humanidade, enfrentaremos e venceremos a covid-19.



O Poder Legislativo trabalha forte todos os dias seguindo os protocolos de segurança e saúde, com medidas preventivas e dando o melhor para o imperatrizense.
Sessões ordinárias, projetos de lei, tribunas, votações e fiscalização rigorosa de obras, recursos e suas destinações, para que todos os serviços essenciais cheguem, de fato, até você Cidadão.
Câmara Municipal de Imperatriz, Trabalhando a serviço do povo.



sexta-feira, 19 de junho de 2020

Senadora Eliziane apresenta projeto que revoga portaria do MEC sobre cotas de pós-graduação nas universidades federais.


A líder do Cidadania no Senado, Eliziane Gama (MA), apresentou nesta quinta-feira (18) um projeto de decreto legislativo (PDL) para sustar o efeito de portaria do MEC (Ministério da Educação) que revoga o estímulo à política de cotas para cursos de pós-graduação nas universidades federais.

 “No crepúsculo de sua gestão de desmonte do MEC, Weintraub não disfarça a intolerância e o preconceito com negros, indígenas e pessoas com deficiência ao revogar portaria de cota em programas de pós-graduação das universidades públicas. Vamos apresentar um PDL para barrar esse retrocesso”, escreveu em seu perfil no Twitter.

A portaria passa a vigorar a partir de hoje (18), no mesmo dia em que são altas as expectativas de que o ministro da Educação, Abraham Weintraub, deixe o cargo.

 “Às vésperas de sair da pasta, o ministro da Educação quer deixar como legado na Educação suas bandeiras de retrocesso e ódio”, criticou a senadora.

 A portaria de cota nas universidades públicas foi editada pelo então ministro da Educação, Aloizio Mercadante, e leva em conta o Estatuto da Igualdade Racial, ‘propostas sobre inclusão de negros (pretos e pardos), indígenas e pessoas com deficiência em seus programas de pós-graduação (mestrado, mestrado profissional e doutorado), como Políticas de Ações Afirmativas’.


FABRIKA e EMSHER, Estariam em parceria contra trabalhador/a?

Ao que parece, a resposta para essa pergunta aponta que sim, já que segundo o Sindsaúde de Imperatriz, essa quarterizada da Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares- EMSHER+ tem demostrado que não valoriza trabalhador/a, não pagando férias, e até atrasando salários. Entenda nessa conversa franca com Janete Barreto presidente do Sindsaúde de Imperatriz.

quarta-feira, 17 de junho de 2020

Eliziane Gama destaca aprovação de plano para combater Covid-19 entre indígenas e quilombolas.


                                                  Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

“O governo que nós temos hoje é um governo que não valoriza aquilo que é fundamental, que é a proteção dos povos indígenas”, afirma a senadora .

A senadora Eliziane Gama (MA), líder do Cidadania no Senado, comemorou a aprovação, nesta terça-feira (16), do projeto de lei (PL 1142/2020) que determina ações para combater o avanço da Covid-19 entre indígenas, quilombolas e comunidades tradicionais. O texto, chancelado pelos senadores em votação simbólica, segue para sanção presidencial.

“A aprovação desse projeto agora precisa ser imediatamente sancionada pelo presidente da República, porque ela traz um reforço muito importante na atuação dos Distritos Sanitários Especiais Indígenas e, portanto, dá uma estruturação melhor de proteção dos povos indígenas no Brasil”, avaliou a parlamentar.

Ela cumprimentou o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), relator da proposta; a deputada federal Rosa Neide (PT-MT), autora do projeto; e a deputada federal Joenia Wapichana (Rede-RR) pela aprovação do texto em um contexto de grande preocupação em relação à contaminação dos povos indígenas pela Covid-19.

“Hoje os dados são realmente preocupantes. Nós temos 178 mortos e 1.809 já contaminados, em 78 povos, em 14 estados brasileiros. Então, isso realmente é muito sério e muito grave”, disse Eliziane Gama, ao classificar a proposta como ‘um grande avanço’.

Para a parlamentar, a sanção do projeto é urgente porque que os ‘povos indígenas têm sofrido de forma bárbara retrocessos na sua proteção’.

“Muito embora tenham garantia constitucional, mas infelizmente o governo que nós temos hoje é um governo que não olha para esses princípios constitucionais, não valoriza aquilo que é fundamental, que é a proteção dos povos indígenas”, criticou.


terça-feira, 16 de junho de 2020

Imperatriz, Operação Tapa Buracos Nessas Ruas Passou, Mas os Buracos....

É tradição ao longo das administrações sempre pós inverno, implementarem os programas de recuperação de ruas, leia-se operação tapa buracos, a iniciativa até que não seria ruim, se não ficasse no faz e refaz os mesmos pontos. É o que você vai ver.

quinta-feira, 11 de junho de 2020

Denúncia de Fraude no FUNDEB Em Vila Nova Dos Martírios.



Em meio a pandemia do novo corona vírus, os professores de Vila Nova dos Martírios se deparam com uma suspeita de corrupção milionária nos recursos do FUNDEB.
Na prestação de contas do ano 2019 foram detectadas divergências gigantescas entre o relatório apresentado pela prefeitura ao Conselho do FUNDEB e o portal da transparência, sendo aprofundado as investigações foi encontrado uma divergência de 1.306.954,11 R$ (um milhão trezentos e seis mil novecentos cinquenta e quatro reais e onze centavos), entre o relatório e as folhas de pagamentos dos professores do magistério (os 60%) encontradas no Portal  da transparência do município. Para que todos entendam, vamos aos números:
No ano de 2019 a prefeitura municipal de Vila Nova dos Martírios - MA informa por meio de relatório apresentado ao Tribunal de Contas do Estado que gastou a quantia de 9.392.633,77 R$ (nove milhões trezentos e noventa e dois mil seiscentos e trinta e três reais e setenta e sete centavos, só com folha de pagamento dos professores do magistério, (os 60%),


Sendo que ao portal da transparência as folhas de pagamentos dos professores do magistério, só atingiram a quantia de 8.085.679,66 R$ (oito milhões, oitenta e cinco mil, seiscentos e setenta e nove reais e sessenta e seis centavos) 
                                                
                                                   Resumo de Janeiro a Dezembro 2019.

Como se percebe, há uma divergência de valores em 1.306.954,11 R$ (um milhão trezentos e seis mil novecentos cinquenta e quatro reais e onze centavos).
Lei nº 11494, de 20 de junho de 2007 (A Lei FUNDEB) veda, proíbe,  desvio de finalidade, sendo obrigatório no mínimo 60% dos recursos serem gasto exclusivamente com os salários dos professores do magistério. Além de tudo o município é enquadrado de cara em vários crimes, omitir informações ao cidadão e falsidade ideológica, além de corrupção passiva e etc, daí a pergunta que não quer calar, pra onde foram os 1.306.954,11 R$ do FUNDEB no exército do ano de 2019 em Vila Nova dos Martírios? A cidade quer saber.

quarta-feira, 10 de junho de 2020

Parlamento de Imperatriz, a serviço da Cidade.

O trabalho da Câmara Municipal de Imperatriz continua, com todos os cuidados necessários por causa do novo corona vírus, e cumprindo sua função de legislar e fiscalizar.

Se Precisar sair, pratique o distanciamento social, siga as normas de segurança, e higienização.


quarta-feira, 20 de maio de 2020